Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Refúgio forte e os refugiados





Entre elogios e perseguições, Davi se refugiou em Deus





Sou como um prodígio para muitos, mas tu és o meu refúgio forte.
Salmos 71:7




Palavra ministrada na Igreja Batista Vidas em Resgate, em 07 de Agosto de 2014.
Bp Erisvaldo Pinheiro Lima.


Davi escreveu o belo Salmo 71 quando já estava em idade avançada. Já havia percorrido um longo caminho em sua fé. Já conhecia o valor de vitórias e elogios. Conhecia, também, o peso de lanças contrárias e perseguições. O homem segundo coração de Deus já tinha vivido momentos de intensa fidelidade e outros momentos dignos de serem esquecidos. E neste Salmo ele transcreve seus sentimentos, como de costume, nos deixando um profundo ensinamento.

É o Salmo que representa o servo de Deus que já tem uma história com o Senhor. Já percorreu jornadas memoráveis no Caminho. Nesta caminhada, este servo já passou por altos e baixos, lutas e vitórias, percas e conquistas.


  • Perseguido e anunciando


Duas coisas eu acho notável nas expressões que Davi relata neste Salmo. Primeiro, mesmo tendo já percorrido um longo caminho na fé, ele ainda sofre perseguições:
Porque os meus inimigos falam contra mim, e os que espiam a minha alma consultam juntos,
Dizendo: Deus o desamparou; persegui-o e tomai-o, pois não há quem o livre.
Salmos 71:10-11
E segundo, mesmo ainda sofrendo perseguições, Davi não abre mão de anunciar as coisas de Deus:
Agora também, quando estou velho e de cabelos brancos, não me desampares, ó Deus, até que tenha anunciado a tua força a esta geração, e o teu poder a todos os vindouros.
Salmos 71:18
Fica este exemplo para nossa geração imediatista e com tantas preocupações temporais. Não importa o vasto tempo que temos no Reino, ainda sofreremos perseguições, e mesmo assim, jamais poderemos abrir mão de anunciar o Evangelho!


  • Perseguido e elogiado

Davi expressa duas situações que o cercam: 

Para muitos, ele é um prodígio:
Sou como um prodígio para muitos...

Para outros, não passa de um desamparado:
Dizendo: Deus o desamparou; persegui-o e tomai-o, pois não há quem o livre.
Nesta mistura de perseguição e elogios, Davi busca o refúgio em Deus:
...mas tu és o meu refúgio forte.
Talvez este seja o segredo, se refugiar no Senhor. Ter Deus como refúgio forte. Assim, mesmo com uma vida inteira de perseguição, Davi ainda continua sendo um anunciador das coisas de Deus. 


  • Refúgio e refugiado

Refúgios são lugares preparados estrategicamente para proteção e descanso. Existem clubes de alpinismo que constroem refúgio em montanhas. Depois de uma escalada, o alpinista pode se refugiar e ter um momento de descanso para enfrentar a descida. Há refúgios também para navios se protegerem de tempestades violentas. E ainda, tem refúgios feitos para preservação de um local demarcado.

Olhando para esses exemplos, temos uma melhor noção de ter Deus como nosso Refúgio Forte. Seja em momentos em que precisamos descansar para continuar a jornada, ou nos momentos em que as tempestades violentas tentam nos naufragar, ou até mesmo para simplesmente preservar nossa fé, temos em Deus esse Refúgio Forte!

Davi continuou com forças para sempre anunciar as coisas de Deus se refugiando no Senhor, seu Refúgio Forte. Era um refugiado!

Refugiados saem de seus lugares de origem, devido a perseguições e guerras, para se abrigarem em lugares onde há paz. Querido leitor, em qualquer adversidade de sua vida, seja perseguições ou momentos de guerra espiritual, busque se refugiar no Senhor. Deus é seu Refúgio Forte, o lugar de paz, descanso e proteção!


Que a paz do Senhor repouse em ti.

Postagens mais visitadas deste blog

Elias na caverna e as provas do vento, terremoto e fogo.

A ressurreição de Lázaro: o tempo, o silêncio e a pedra

Quem é você na parábola do bom samaritano?