Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2013
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Enviados para invocar o nome do Senhor

Imagem
Bp Erisvaldo Pinheiro (ministrado em 18 de Agosto de 2013).

Veja que bela seqüência nesta declaração do apóstolo Paulo. Uma seqüência que pontua cada etapa do plano de salvação. Para ser salvo, tem que invocar, pra invocar é preciso crer, e para crer é necessário ouvir, para ouvir tem que haver uma pregação, e para pregar tem que ter aquele que envia. Note, atento leitor, que há todo um trabalho até chegar o momento em que alguém invoca o nome do Senhor para a salvação. Uma bela estrutura do propósito de salvação, que pretendo neste texto mostrar a tarefa e responsabilidade de cada uma dessas etapas.
·         EnviarTarefa do Pai. Ele fez essa tarefa enviando José para o Egito:
“Agora, pois, não vos entristeçais, nem vos pese os vossos olhos por me haverdes vendido para cá, porque, para conservação da vida, Deus me enviou diante da vossa face” (Gn 45.5)Que belo exemplo de perdão e visão dos propósitos divinos que José declara aqui. Ele aprendeu, ainda que de forma triste, que a atitude e…

Propósito de purificação (3ª parte)

Imagem
O Espírito do Senhor nos visitou e nos direcionou a este texto bíblico. Convencendo-nos que era necessário nos lançarmos diante de sua santa presença, como o rei Ezequias fizera. Baseado no avivamento espiritual dos tempos deste ilustre rei, fizemos um voto diante do Senhor, o Propósito de purificação de 16 dias, mesmo tempo em que Ezequias purificou o templo de Jerusalém. Foi um propósito forte, onde entenderemos sua profundidade meditando no relato bíblico do capítulo 29 do segundo livro das Crônicas dos reis de Judá. O texto foi ministrado em três etapas, três cultos onde o Senhor nos visitou e nos tratou nas áreas de nossas vidas em que estas palavras foram direcionadas. 

Esta foi a terceira de três ministrações do propósito de purificação de 16 dias. Você pode ver nestes links as outras duas ministrações deste propósito:
Propósito de purificação de 16 dias (1ª parte)Propósito de purificação de 16 dias (2ª parte)
Quando a obra termina, depois de 16 dias de purificação, o relatório é …

Propósito de purificação (2ª parte)

Imagem
Bp Erisvaldo Pinheiro  Palavra ministrada em 07 de agosto de 2013

O Espírito do Senhor nos visitou e nos direcionou a este texto bíblico. Convencendo-nos que era necessário nos lançarmos diante do Senhor, como o rei Ezequias fizera. Baseado no avivamento espiritual dos tempos deste ilustre rei, fizemos um voto diante do Senhor, o Propósito de purificação de 16 dias, mesmo tempo em que Ezequias purificou o templo de Jerusalém. Foi um propósito forte, onde entenderemos sua profundidade meditando no relato bíblico do capítulo 29 do segundo livro das Crônicas dos reis de Judá. O texto foi ministrado em três etapas, três cultos onde o Senhor nos visitou e nos tratou nas áreas de nossas vidas em que estas palavras foram direcionadas.

Esta foi a segunda de três ministrações do propósito de purificação de 16 dias. Você pode ver nestes links as outras duas ministrações deste propósito:

Propósito de purificação de 16 dias (1ª parte)
Propósito de purificação de 16 dias (3ª parte)


O rei Ezequias co…

Propósito de purificação (1ª parte)

Imagem
Bp Erisvaldo Pinheiro Lima  Palavra ministrada em 31/07/2013
O Espírito do Senhor nos visitou e nos direcionou a este texto bíblico. Convencendo-nos que era necessário nos lançarmos diante do Senhor, como o rei Ezequias fizera. Baseado no avivamento espiritual dos tempos deste ilustre rei, fizemos um voto diante do Senhor, o Propósito de purificação de 16 dias, mesmo tempo em que Ezequias purificou o templo de Jerusalém. Foi um propósito forte, onde entenderemos sua profundidade meditando no relato bíblico do capítulo 29 do segundo livro das Crônicas dos reis de Judá. O texto foi ministrado em três etapas, três cultos onde o Senhor nos visitou e nos tratou nas áreas de nossas vidas em que estas palavras foram direcionadas. 

Esta foi a primeira de três ministrações do propósito de purificação de 16 dias. Você pode ver nestes links as outras duas ministrações deste propósito:

Propósito de purificação de 16 dias (2ª parte)Propósito de purificação de 16 dias (3ª parte)


O culto foi deixando de …

O anel do rei nas mãos da rainha Ester e Mardoqueu

Imagem
Bp Erisvaldo Pinheiro  Palavra ministrada em 09/08/2013

A bela narrativa da história de Ester ganha um profundo aprendizado em seu capítulo oitavo, quando o rei Assuero coloca seu anel real à disposição de Mardoqueu. Uma representação do que fez nosso Rei Jesus, colocando sua autoridade à disposição de seu povo.
O texto inicia-se com a declaração naquele mesmo dia. Um dia memorável, que marcou a história de Ester e Mardoqueu. Há dias em que o Senhor marca para também serem memoráveis em sua história também. 
Vemos no livro a ascensão de Mardoqueu, cuja trajetória é marcada por escassez e perseguição, mas naquele mesmo dia sua história passa por uma grande virada. Da escassez para a mesa do rei, o anel que estava na mão de seu perseguidor, o rei colocara naquele mesmo dia em sua mão. Você pode passar por momentos de escassez e perseguições, mas seja fiel, que chegará momentos de naquele mesmo dia em sua vida e sua história viverá uma grande virada, para glória do Rei!
·Algo precisa ser f…

A rainha Ester e suas vestes diante do rei

Imagem
Bp Erisvaldo Pinheiro  Palavra ministrada em 10/08/13

A rainha Ester coloca suas vestes reais e decide se apresentar diante do rei. Uma decisão difícil, com possíveis consequências terríveis, mas necessária. Ela e seu povo dependiam dessa audiência. Ainda que a morte fosse uma possibilidade, Ester precisava estar diante do rei.
Jó também viveu dias assim, e expressou uma das declarações mais fortes da Bíblia sobre a confiança na bondade de Deus: "Ainda que ele me mate, nele esperarei, contudo, os meus caminhos defenderei diante dele"  (Jó 13.15). Ester estava decidida a defender seus caminhos diante do rei. Embora fosse esposa do rei, nossa heroína precisou ir até seu trono. Assim é a igreja (eu e você), noiva do Cordeiro, mas há momentos difíceis em que é preciso defender seus caminhos diante dEle. Estar diante do Rei, a morte é sempre uma possibilidade, mas, como declarou Jó, esperar nEle é nossa consolação.
Ester teve que se vestir de vestes reais para estar diante do rei, um…

Servo útil ou servo inútil?

Imagem
Bp Erisvaldo Pinheiro Lima  Palavra ministrada em 28/07/2013

Texto base: Lucas 17:1-10

Servo útil ou servo inútil, Jesus confronta a dedicação de seus discípulos. Não é uma palavra para multidões, é uma palavra direcionada aos seus escolhidos apóstolos. Um alimento mais sólido que Jesus libera com exclusividade para seus mais íntimos.
Trata-se de uma pregação do nosso mestre que é encerrada com uma afirmação que nos confronta: Somos servos inúteis, porque fizemos somente o que devíamos fazer. Definitivamente, não é uma mensagem para multidões. Jesus afirma que o servo que faz o que lhe é devido não passa de um servo inútil!
Para entender a diferença entre o servo inútil daquele que é útil, vamos meditar na pregação completa de Jesus nesta ocasião: Escândalos:   A pregação de Jesus começa abordando um tema forte, os escândalos. Seguido da advertência "ai daquele por quem vierem!" Escândalo é um ato reprovável que se torna público. Até mesmo pecados ocultos de pessoas que usam …